23 de Novembro de 2007 / às 20:18 / em 10 anos

PANORAMA-Dólar tem forte alta em dia de tranquilidade nas bolsas

Por Silvio Cascione

SÃO PAULO, 23 de novembro (Reuters) - O dólar remou contra a tranquilidade dos mercados internacionais e fechou em alta de mais de 1 por cento nesta sexta-feira, impulsionado pela saída de recursos do país.

O movimento foi disparado no início do dia. Com volume fraco, o mercado reagiu bruscamente a uma pesada operação de saída e assistiu, segundo operadores, a uma forte reação coletiva. “(Teve) muita saída institucional, e muita de dividendos”, disse Mario Battistel, gerente da Fair Corretora.

O movimento, porém, não afetou a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), que fechou no azul pelo segundo dia seguido. A alta das ações foi favorecida pela recuperação de Wall Street, que viu os principais índices com alta de mais de 1 por cento após o Dia de Ação de Graças.

O clima em Nova York ainda era de feriado, com fechamento das bolsas 3 horas antes do normal. Sem dados agendados, os investidores prestaram mais atenção nas varejistas, que assistiram ao início da temporada de compras de fim de ano.

A fraqueza permeou outros mercados pelo mundo. No câmbio, o dólar apenas oscilou, com leve alta em relação ao euro e ao iene e pequena baixa ante uma cesta com as moedas dos principais parceiros comerciais dos Estados Unidos.

Já o petróleo operou em alta, e superou os 98 dólares nos Estados Unidos CLc1.

De volta ao Brasil, o mercado recebeu uma leitura comportada de inflação logo no começo da manhã. O IPCA-15, prévia do indicador usado como referência pelo governo para as metas de inflação, subiu 0,23 por cento em novembro.

Na próxima semana, os investidores terão, entre outros dados, o resultado do IGP-M de novembro na quinta-feira e a nota do Banco Central sobre o setor externo, na quarta-feira.

No exterior, a semana é carregada de indicadores, e pode aumentar a volatilidade dos mercados já tensos com os problemas no setor financeiro. Na quarta-feira, vem a público o relatório sobre bens duráveis nos Estados Unidos, e na quinta-feira o mercado recebe novos números sobre o Produto Interno Bruto (PIB) norte-americano.

Veja como encerraram os principais mercados nesta sexta-feira:

CÂMBIO BRBY

O dólar terminou a 1,805 real, em alta de 1,40 por cento.

BOLSA .BVSP

O Ibovespa subiu 0,52 por cento, a 60.970 pontos. O volume financeiro na bolsa foi de 3,6 bilhões de reais.

ADRs BRASILEIROS .BR20

O índice de principais ADRs brasileiros fechou em alta de 0,60 por cento, aos 34.479 pontos.

JUROS <0#2DIJ:>

Os contratos de depósito interfinanceiro (DI) mais longos subiram na BM&F, mas os dois mais negociados apenas oscilaram durante o dia. O DI janeiro de 2009 subiu a 11,48 por cento, enquanto o DI janeiro de 2010 caiu a 11,87 por cento.

RISCO-PAÍS 11EMJ

No final da tarde, o risco Brasil ficou em 236 pontos-básicos. O EMBI+ estava em 259 pontos-básicos.

BOLSAS DOS EUA

O índice Dow Jones .DJI teve alta de 1,42 por cento, a 12.980 pontos. O Standard & Poor’s 500 .SPX subiu 1,69 por cento, a 1.440 pontos. O Nasdaq .IXIC avançou 1,34 por cento, a 2.596 pontos.

Reportagem adicional de Angela Bittencourt e Rodolfo Barbosa; Edição de Vanessa Stelzer

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below