CÂMBIO-Mercado externo tranquilo abre espaço para queda do dólar

terça-feira, 23 de outubro de 2007 09:46 BRST
 

SÃO PAULO, 23 de outubro (Reuters) - O dólar operava em queda e voltava a rondar o patamar de 1,80 real nesta terça-feira, refletindo o alívio no exterior com os últimos resultados corporativos.

Às 9h45, a moeda norte-americana BRBY tinha queda de 0,83 por cento, para 1,803 real. Na segunda-feira, o dólar subiu 0,78 por cento.

Com a agenda de indicadores ainda esvaziada, os investidores em todo o mundo prestavam atenção aos resultados trimestrais das empresas norte-americanas. Os balanços, que no final da semana passada inspiraram cautela nos investidores, passaram a trazer boas notícias para o mercado.

A empresa de tecnologia Apple (AAPL.O: Cotações) foi a primeira a revelar um forte aumento nos lucros. A American Express (AXP.N: Cotações) e a DuPont (DD.N: Cotações), do setor químico, também diminuíram o pessimismo do mercado em relação ao desempenho da economia norte-americana.

"Os investidores podem encontrar nestas sinalizações positivas algum espaço para se posicionarem em ativos de maior risco", disse Miriam Tavares, diretora de câmbio da AGK Corretora. Os índices futuros das bolsas em Nova York operavam em alta, e o risco Brasil 11EMJ, medido pelo JPMorgan, tinha queda de 5 pontos-básicos.

Por isso, "se não houver uma piora externa e o ingresso efetivo de moeda estiver mais forte, o dólar deve romper o patamar de 1,80 real", avaliou a diretora, que ressalvou que, "por outro lado, a cautela deve continuar permeando o ambiente de negócios e evitando euforias mais duradouras".