Distribuição da EDP sobe 3,8% no Brasil até setembro

terça-feira, 23 de outubro de 2007 10:56 BRST
 

LISBOA, 23 de outubro (Reuters) - A distribuição de energia da EDP (EDP.LS: Cotações) no Brasil aumentou 3,8 por cento nos primeiros nove meses do ano, para 18,6 terawatts (TWH), em comparação com o mesmo período do ano passado, informou a empresa portuguesa na terça-feira.

A EDP opera no Brasil através de sua subsidiária Energias do Brasil ENBR3.SA, que controla a Enersul, Escelsa, Bandeirante, Enertrade (comercializadora) e Energet (geração).

De acordo com a EDP, o aumento da atividade reflete o que chamou de "crescimento econômico mais forte nas regiões da Enersul e da Escelsa".

A Enersul atende o Estado do Mato Grosso do Sul, região predominantemente agrícola, e a Escelsa abastece o Estado do Espírito Santo, voltado para petróleo, mineração e siderurgia.

A empresa está presente também em São Paulo e no Tocantins.

Na penínsul Ibérica, a distribuição da EDP amentou 2,6 por cento no mesmo período, para 41,9 TWh, e os volumes distribuídos no negócio de gás cresceram apenas 1,4 por cento em relação ao ano passado, devido a um inverno quente e a um verão brando.

O maior grupo industrial de Portugal afirmou que sua capacidade instalada de geração eólica chegou a 1.791 megawatts em setembro, alta de 50 por cento em relação aos nove primeiros meses de 2006.