Encomendas à indústria na zona do euro caem 3,5% em maio

quarta-feira, 23 de julho de 2008 07:00 BRT
 

BRUXELAS, 23 de julho (Reuters) - As encomendas à indústria na zona do euro caíram mais que o esperado em maio, mostraram dados divulgados nesta quarta-feira, aumentando as preocupações sobre a saúde econômica da região.

As novas encomendas nos 15 países que usam o euro como moeda única caíram 3,5 por cento no mês e 4,4 por cento na comparação anual, informou a agência de estatísticas da União Européia, a Eurostat.

Economistas consultados pela Reuters esperavam um recuo de 1,3 por cento no mês e um ganho de 1,9 por cento no ano.

A Eurostat revisou os dados de abril para um ganho mensal de 2 por cento, e não de 2,5 por cento como inicialmente informado. Na comparação anual, o aumento em abril foi de 12,3 por cento.

As novas encomendas à indústria são um indicação da produção industrial futura e, portanto, sobre a atividade econômica, que pode impactar a política monetária do Banco Central Europeu (BCE).

(Texto de Marcin Grajewski)