ATUALIZA-Alckmin acusa Kassab de usar a máquina para se eleger

terça-feira, 23 de setembro de 2008 17:49 BRT
 

(Texto atualizado com declarações de Alckmin e de Kassab)

SÃO PAULO, 23 de setembro (Reuters) - O candidato Geraldo Alckmin (PSDB) elevou as críticas nesta terça-feira e acusou o prefeito Gilberto Kassab (DEM) de utilizar a máquina da prefeitura para conquistar apoio a sua eleição. Disse ainda que a estratégia do rival visa desestruturar o PSDB.

O ex-governador, que vem elevando os ataques ao candidato do DEM desde que caiu nas pesquisas, enquanto Kassab subiu, também levantou suspeitas quanto aos métodos utilizados pelo prefeito, a quem acusou de cooptar tucanos.

"O Kassab é dissimulado. Ele usa as pessoas. Ele só tem uma estratégia que é minar o PSDB, desconstruir o PSDB em São Paulo para se eleger", disse Alckmin em sabatina realizada pelo jornal Folha de S.Paulo.

"Ele utiliza a máquina da prefeitura, as estruturas de governo para minar o partido, o que nos parece deplorável", acusou.

Alckmin, que considera legítima sua candidatura porque foi aprovada por convenção partidária, também questionou a adesão de vereadores tucanos à candidatura de Kassab. Segundo ele, na eleição de 2004, os doze vereadores eleitos tiveram 330 mil votos e o PSDB, como legenda, teve mais de meio milhão de votos, o que não caraterizaria apoio a outro candidato.

"Que mágica é essa que de repente vereadores não apóiam o candidato do seu partido? É bom a gente investigar", avaliou.

Em outro momento, disse que, sob Kassab, houve loteamento de cargos e que as subprefeituras "viraram cabide eleitoral".   Continuação...