Suzano vê em mais de 50% chance de nova alta nos preços

quarta-feira, 23 de abril de 2008 14:41 BRT
 

Por Alberto Alerigi Jr.

SÃO PAULO (Reuters) - O cenário de alta demanda e oferta restrita de celulose anima a Suzano Papel e Celulose a estimar,tem mais de 50 por cento a chance de a empresa reajustar novamente os preços de celulose ainda neste semestre, após elevação em março, afirmou nesta quarta-feira o presidente da companhia.

"O mercado continua muito aquecido e o preço é dado pela demanda... se isso continuar nós vamos aumentar e a possibilidade é de mais de 50 por cento de sair ainda neste semestre", disse Antonio Maciel Neto em entrevista com jornalistas após a divulgação do resultado da empresa no primeiro trimestre.

A Suzano anunciou nesta quarta-feira lucro líquido 21 por cento maior nos primeiros três meses na comparação com o mesmo período do ano passado, apoiada em aumento de vendas e de preços de celulose.

A companhia elevou preços da celulose em março em 40 dólares a tonelada na Europa e 30 dólares a tonelada na América do Norte e Ásia. Sobre o possível novo reajuste Maciel evitou dar detalhes de prazos e valores.

A Suzano continua avaliando planos para elevar sua capacidade de produção de celulose em 1,3 milhão de toneladas por meio de investimentos de cerca de 2 bilhões de dólares em uma nova unidade, disse Maciel. A previsão da companhia é encerrar 2008 com uma capacidade de produção de 1,7 milhão de toneladas.

Segundo o executivo, a companhia restringiu de 24 para cinco o número de alternativas para a instalação da fábrica de celulose que estão em regiões diferentes do país.

"Continuamos determinados na expansão em celulose, a grande questão agora é definir a parte de infra-estrutura, acesso a porto, rodovia, ferrovia", disse Maciel. Ele acrescentou que a companhia também presta atenção à produtividade florestal, o que implicaria na fábrica estar relativamente perto de floresta Oficial da União desta quarta-feira.

Dengue causa 92 mortes no Rio; epidemia é a pior já registrada   Continuação...