Encomendas à indústria na Europa tem desempenho fraco em agosto

quinta-feira, 23 de outubro de 2008 09:30 BRST
 

BRUXELAS, 23 de outubro (Reuters) - As encomendas à indústria na zona do euro caíram muito mais que o esperado em agosto, mostraram dados divulgados nesta quinta-feira, fortalecendo as expectativas de que a economia entre em recessão no terceiro trimestre.

As encomendas nos 15 países da região caíram 1,2 por cento na comparação mensal e 6,6 por cento na comparação anual, informou a Eurostat, a agência de estatística da União Européia.

Economistas consultados pela Reuters esperavam que as economendas aumentassem 0,3 por cento em termos mensais e reduzissem em 0,4 por cento na comparação anual.

"Eu acredito que nós estamos entrando em recessão na zona do euro e esperava que os dados pudessem ser mais fracos", disse Steve Barrow, economista no Standard Bank.

A queda se deve principalmente ao mergulho de 10,6 por cento da volátil demanda por navios, aviões e trens. Excluindo esses itens, as encomendas cresceram 0,6 por cento no mês, apesar de a queda anual ser de 7,5 por cento.

As economendas à indústria indicam o nível de atividade futurua do setor, mas os dados ainda cobrem um período anterior ao agravamento da crise golbal de crédito, entre setembro e outubro.

Os dados reforçam as expectativas de que o Banco Central Europeu (BCE) possa reduzir a taxa básica de juro novamente neste ano, seguindo a redução emergencial de 0,5 ponto percentual em outubro.

(Reportagem de Jan Strupczewski e Marcin Grajewski)