CENÁRIOS-Reforçado na eleição,PMDB será a "grande noiva" de 2010

sexta-feira, 24 de outubro de 2008 17:35 BRST
 

Por Natuza Nery

BRASÍLIA, 24 de outubro (Reuters) - O PMDB não tem nomes naturais à sucessão presidencial, mas valorizou seu passe nesta eleição e se transformou na grande noiva de 2010.

A pesada vitória no 1o turno na atual disputa municipal --e a boa expectativa para o 2o-- consolidou o partido como sujeito mais cobiçado na corrida pelo Planalto daqui a dois anos.

Adversários, PT e PSDB já são pretendentes.

"O PMDB será protagonista. Com certeza participará de uma chapa na disputa em 2010", disse à Reuters o presidente do partido, deputado Michel Temer (SP).

O PT de Luiz Inácio Lula da Silva está obcecado com a idéia de fechar a aliança com o PMDB em torno da ministra Dilma Rousseff (Casa Civil), dizem fontes do partido e do Palácio. O PSDB de José Serra atua no mesmo propósito.

"Os PMDBs vão ser disputados. São Paulo e Pernambuco já estão com Serra", afirmou o presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), ilustrando a tradicional divisão da legenda.

Partido mais robusto do Parlamento e do país, o PMDB não fazia parte da base de Lula quando este foi eleito em 2002, mas participou do governo, inclusive com ministérios. No segundo mandato, passou a integrar formalmente a base aliada.

"Hoje há chance um pouco maior dele ficar com o PT", avaliou o deputado Maurício Rands (PE), líder do PT na Câmara.   Continuação...