Lula diz a Aécio que BB pode reforçar crédito automotivo

quinta-feira, 23 de outubro de 2008 13:00 BRST
 

BRASÍLIA, 23 de outubro (Reuters) - O Banco do Brasil (BBAS3.SA: Cotações) reforçará sua atuação no setor automotivo para complementar a oferta de crédito das montadoras ao mercado, disse na quinta-feira o presidente Luiz Inácio Lula da Silva segundo relato do governador de Minas Gerais, Aécio Neves.

Em entrevista a jornalistas no Palácio do Planalto, após encontro com Lula, Aécio disse ter expressado ao presidente sua preocupação com o aperto no crédito para a compra de automóveis. Lula lhe respondeu que o Banco do Brasil poderá ser acionado para resolver o problema. Na quarta-feira, Lula publicou medida provisória que libera o BB e a Caixa Econômica Federal a comprarem instituições financeiras nacionais.

"O presidente admite com absoluta clareza, e acho que isso é extremamente correto, que o Banco do Brasil possa atuar no setor de financiamentos de automóveis diretamente, em parceria com as montadoras, financiando as montadoras ou adquirindo uma financeira", declarou Aécio.

(Reportagem de Fernando Exman, Edição de Mair Pena Neto)