Com agenda vazia, dólar sobe junto com mercado global

segunda-feira, 23 de junho de 2008 10:58 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O dólar operava em alta diante do real nesta segunda-feira, acompanhando o movimento da moeda norte-americana no resto do mundo em uma sessão com agenda econômica esvaziada.

Às 10h51, a divisa subia 0,62 por cento, para 1,617 real. No mesmo horário, o dólar avançava 0,76 por cento ante uma cesta com as principais moedas internacionais .

"O dólar (no Brasil) está meio de lado. Mas com um pouco de viés de alta, respeitando o movimento do mercado internacional", disse Rodrigo Ferreira, operador do Banco Alfa de Investimento. "É um dia um pouco morno."

Com poucos indicadores financeiros, a principal expectativa do mercado é com a reunião do Federal Reserve, na quarta-feira. A aposta de que o banco central norte-americano vai engrossar a voz contra a inflação valorizava a moeda norte-americana mesmo com a perspectiva de que o juro vai se manter inalterado.

Mas, mesmo com a alta nesta sessão, o mercado avalia que a tendência do dólar no Brasil ainda é de queda. "A percepção crescente entre os participantes do mercado de que o Banco Central vai lutar com seriedade a batalha contra a inflação será uma força importante para a alta ainda maior do real", escreveram analistas do BNP Paribas em relatório.

Na semana passada, o dólar chegou a testar o patamar de 1,600 real, fechando na menor cotação desde janeiro de 1999.

Um dos fatores que tem contribuído para a tendência de baixa do dólar é o investimento estrangeiro direto, que tem suprido o déficit em transações correntes do país.

De acordo com dados divulgados pelo BC nesta segunda-feira, o Brasil teve saldo negativo de 649 milhões de dólares nas transações correntes em maio, mas teve ingresso de 1,313 bilhão de dólares em investimento estrangeiro direto.

(Reportagem de Silvio Cascione)