DAVOS-Empresários apelam por liderança de BCs em meio à crise

quarta-feira, 23 de janeiro de 2008 15:48 BRST
 

Por Natsuko Waki e Thomas Atkins

DAVOS, Suíça (Reuters) - Líderes empresariais afetados pela forte queda nos mercados globais fizeram, nesta quarta-feira, um apelo para que o Federal Reserve e outros bancos centrais assumam o controle da situação econômica global. Alguns deles chegaram a acusar os BCs de terem perdido a cabeça.

Com os preços das ações despencando novamente apesar de um corte emergencial da taxa básica de juro dos EUA na terça-feira, a fim de combater temores de uma recessão, altos executivos expressaram preocupação ao se reunirem para um encontro anual no resort suíço de Davos.

"Os bancos centrais perderam o controle", disse o megainvestidor George Soros, ecoando preocupações de muitos dos mais de 2.000 líderes empresariais e políticos que chegam à montanhosa cidade para o Fórum Econômico Mundial.

Em um debate sobre a economia norte-americana, 59 por cento dos participantes concordaram com uma indicação de que os líderes dos bancos centrais perderam o controle. Autoridades de Washington tentaram rebater o pessimismo.

"A economia norte-americana tem fundamentos econômicos saudáveis", disse David McCormick, subsecretário norte-americano do Tesouro para Assuntos Internacionais, desafiando o ponto de vista de muitas pessoas a seu redor de que a recessão nos EUA é inevitável.

"Embora continuemos a acreditar que a economia dos EUA crescerá, ela irá crescer a um ritmo mais lento e não há dúvida de que os riscos adversos aumentaram", acrescentou.

Mas muitos executivos disseram que a decisão surpresa do Federal Reserve de cortar a taxa básica de juros em 0,75 ponto percentual pareceu uma medida desesperada.

"Estou um tanto preocupado de que tudo o que eles fizeram ontem (terça-feira) foi apertar o botão para adiar o problema. (Isso representa) excessiva acomodação monetária que só nos leva de bolha para bolha para bolha", disse Stephen Roach, chefe do banco Morgan Stanley para a Ásia.   Continuação...