24 de Fevereiro de 2008 / às 21:04 / 9 anos atrás

Vídeo em que Sarkozy destrata popular vira febre na Internet

Por Astrid Wendlandt

PARIS (Reuters) - Um vídeo em que o presidente francês, Nicolas Sarkozy, aparece dizendo "some daqui" a um popular tornou-se um sucesso na Internet.

Sarkozy foi filmado por um jornalista do jornal Le Parisien durante uma visita à feira anual de produtos agropecuários de Paris, no sábado.

O presidente francês ofereceu sua mão para cumprimentar um homem, que disse: "Não me toque, você vai me sujar." Em resposta, Sarkozy disse, sem parar de sorrir: "Some daqui, imbecil."

O vídeo foi colocado no site do Le Parisien (www.leparisien.fr) no sábado e ao meio-dia de domingo já tinha sido visto por mais de 350 mil pessoas, disse uma representante do jornal.

"Gerou um controvérsia e tanto", disse ela. O vídeo é o primeiro resultado que surge na tela quando se faz uma busca por Sarkozy no Dailymotion e no YouTube.

Os índices de popularidade de Sarkozy estão em queda livre e seu estilo de governo controlador está atraindo cada vez mais críticas.

Em novembro, Sarkozy envolveu-se em um bate-boca com pescadores durante protestos contra o aumento de combustíveis. O presidente desafiou os pescadores que o estavam insultando.

"Desçam daí e digam na minha cara!" Disse o presidente na ocasião. "Não achem que, me insultado, vocês resolverão seus problemas de pescador."

Depois desse incidente, Sarkozy disse que se recusaria a receber insultos e apenas aceitaria um diálogo "com gente civilizada".

François Hollande, líder do Partido Socialista, disse que Sarkozy não estava se comportando como um chefe de Estado e pediu que ele melhorasse seus modos.

"Não dá para se envolver em bate-bocas. Não se pede que um pescador ou um operário explique o que disse, não se entra em uma briga com alguém que não quer apertar sua mão", disse Hollande na estação de TV Canal Plus.

O porta-voz de Sarkozy, David Martinon, não comentou o incidente.

O índice de satisfação com o presidente caiu 9 por cento em um mês, para 38 por cento, de acordo com um estudo do Ifop publicado no domingo no Le Journal du Dimanche.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below