Hillary faz história e Obama faz barulho no Texas

domingo, 24 de fevereiro de 2008 13:47 BRT
 

Por Claudia Parsons

HOUSTON (Reuters) - Hillary Clinton gosta de lembrar aos texanos que esteve no local pela primeira vez para pedir seu voto em 1972, como uma jovem assistente de campanha democrata.

"Ela tem história no Texas", diz Doug Hattaway, conselheiro dos Clinton que trabalhou na campanha presidencial de Al Gore em 2000.

Mas seu rival, Barack Obama, tem uma história mais recente a seu favor: dez vitória consecutivas em primárias estaduais, que o transformaram de azarão em favorito pela indicação democrata para concorrer à Casa Branca na eleição de Novembro.

Com os 228 delegados para a convenção democrática em disputa no dia 4 de março, o Texas é crucial para as esperanças de Hillary de permanecer na corrida presidencial americana.

Se Obama obtiver uma vitória no Texas, assim como em Ohio, que vota no mesmo dia, sua escalada pode se tornar incontornável.

Hillary tentou desdenhar a idéia de que o dia 4 de março é o tudo ou nada para ela, ressaltando neste sábado que há muitos estados adiante e que seu marido, o ex-presidente Bill Clinton, não conquistou a indicação democrata senão em junho de 1992.

Hattaway declarou que ela joga para ganhar. "Ainda estamos virtualmente empatados na contagem de delegados e é improvável que haja uma grande virada depois de Ohio e Texas", disse ele à Reuters.

Sendo improvável que qualquer dos candidatos garanta os 2.025 delegados necessários para vencer a indicação antes mesmo da convenção, um resultado apertado no Texas e em Ohio, ou uma vitória para Hillary, deixaria tudo em aberto. Mas se ela perder feio, a pressão para que abandone a disputa aumentaria.   Continuação...

 
<p>Senadora democrata Hillary Clinton d&aacute; aut&oacute;grafo em Cincinnati, no s&aacute;bado. Neste domingo, Hillary fez campanha no Texas, pela corrida presidencial norte-americana. Photo by Usa</p>