Renault abre 2o turno em fábrica no Paraná

quarta-feira, 24 de setembro de 2008 15:39 BRT
 

SÃO PAULO, 24 de setembro (Reuters) - A unidade brasileira da montadora francesa Renault (RENA.PA: Cotações) abriu nesta semana o segundo turno de produção da fábrica de utilitários em São José dos Pinhais, no Paraná. Com a expansão, a unidade passará a fabricar quase o dobro de veículos por dia até o fim do ano.

A companhia, que no início deste mês enfrentou uma greve de metalúrgicos de quatro dias na unidade que foi encerrada depois que a empresa concordou em reajuste de cerca de 10 por cento nos salários, informou que a decisão implicará no aumento de utilização da capacidade da planta de 30 para 70 por cento.

A fábrica, inaugurada em dezembro de 2001, terá sua produção ampliada de 81 veículos por dia para 155 até o final deste ano.

"O segundo turno na unidade de veículos utilitários vem para trazer mais competitividade às nossas ações e agilidade na resposta às demandas do mercado", disse em comunicado o presidente da Renault do Brasil, Jérôme Stoll.

Segundo dados mais recentes da Anfavea, associação que representa as montadoras instaladas no Brasil, as vendas de veículos de janeiro a agosto cresceram 26,4 por cento em relação ao mesmo período do ano passado, para 1,94 milhão de unidades. Já a produção cresceu 20,3 por cento na mesma comparação, para 2,32 milhões de veículos.

A Renault é a quinta maior montadora do Brasil e com a expansão contratou mais 250 funcionários para a fábrica do Paraná, que passará a ter 580 empregados.

(Por Alberto Alerigi Jr.; Edição de Renato Andrade)