Terceiro suspeito de roubo de obras do Masp se entrega em SP

quinta-feira, 24 de janeiro de 2008 21:46 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - O terceiro suspeito de ter roubado duas valiosas obras do Museu de Arte de São Paulo (Masp) no fim do ano passado entregou-se à polícia nesta quinta-feira, informou a Secretaria de Segurança Pública do Estado.

Moisés Manoel de Lima Sobrinho, 25 anos, estava foragido desde o dia 9 de janeiro e apresentou-se voluntariamente à Polícia Civil na manhã desta quinta-feira.

A polícia havia prendido, em 8 de janeiro, dois acusados de envolvimento no roubo, Robson Jesus Jordão e Francisco Lopes Lima. As obras foram recuperadas no mesmo dia.

As autoridades ainda procuram Alexsandro Bezerra da Silva, de 31 anos, que alugou a casa na qual as obras foram encontradas, localizada em Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo.

Consideradas algumas das principais do acervo do Masp, o "Retrato de Suzanne Bloch", concluído pelo pintor espanhol Pablo Picasso em 1904, e "O Lavrador de Café", entregue pelo artista brasileiro Cândido Portinari em 1939, foram avaliadas em cerca de 55 milhões de dólares.

(Por Sérgio Spagnuolo)