Lucro da Microsoft cai no trimestre, mas previsões sobem

quinta-feira, 24 de abril de 2008 18:11 BRT
 

SEATTLE (Reuters) - Apesar da queda nos lucros verificada no primeiro trimestre, a Microsoft Corp. estimou nesta quinta-feira uma elevação de 13 a 18 por cento em seu lucro líquido do próximo ano.

Segundo a empresa, a razão da estimativa está ligada à expectativa de que suas principais divisões de software se mantenham fortalecidas, assim como de um incremento da sua divisão de negócios pela Internet com a compra do Yahoo .

A companhia divulgou uma queda em seus lucros no período de janeiro a março na comparação com o mesmo período do ano anterior porque, há um ano, o resultado foi beneficiado por ganhos extraordinários, em função de um diferimento de receita motivado pelos atrasos na divulgação das novas versões do Windows e do pacote Office.

Além disso, no balanço do trimestre encerrado em março deste ano a companhia sofreu o impacto da multa de 1,42 bilhão de dólares imposta pela Comissão Européia pelo atraso no atendimento de determinações legais dentro do processo antitruste movido contra a empresa.

A maior empresa de softwares do mundo divulgou seus resultados dois dias depois que seu principal executivo, Steve Ballmer, estabeleceu uma data limite para que o conselho do Yahoo avalie a oferta de compra da companhia, que envolve 44,1 bilhões de dólares em ações e dinheiro.

A Microsoft projetou ganhos por ação entre 2,13 e 2,19 dólares para o ano fiscal 2009, que se inicia em julho deste ano. A previsão eleva uma estimativa anterior de que os lucros ficariam entre 1,86 e 1,89 dólares por ação.

A receita líquida foi estimada pela companhia norte-americana no patamar entre 66,9 bilhões e 68 bilhões de dólares. A previsão dos analistas era de que o lucro ficasse em 2,10 dólares, em média, no ano fiscal 2009, enquanto a receita prevista era de 66,5 bilhões de dólares, de acordo com a Reuters Estimates.

O lucro líquido da Microsoft no período foi de 4,39 bilhões de dólares, ou 0,47 dólar por ação, comparado aos ganhos de 4,93 bilhões de dólares, ou 0,50 dólar por ação, em igual trimestre do ano anterior. A receita líquida subiu 0,4 por cento, para 14,45 bilhões de dólares.

(Por Daisuke Wakabayashi)