Tsvangirai diz que Mugabe quer dizimar oposição no Zimbabwe

sábado, 24 de maio de 2008 09:55 BRT
 

HARARE (Reuters) - O presidente do Zimbabwe, Robert Mugabe, quer dizimar as estruturas de oposição antes do segundo turno das eleições presidenciais, no dia 27 de junho, disse no sábado o líder oposicionista Morgan Tsvangirai em coletiva de imprensa após retornar ao país pela primeira vez desde 8 de abril.

Tsvangirai voltou ao país apesar de seus temores de que possa ser assassinado por agentes do governo. Há uma semana, ele cancelou seu vôo de volta, alegando que havia um complô para assassiná-lo. O governo desmentiu as acusações do partido de Tsvangirai e afirmou que se tratava de mera propaganda.

O líder oposicionista tem viajado pelo exterior desde 8 de abril em uma iniciativa diplomática para que Mugabe abandone o poder, já que considera ter vencido por ampla maioria as eleições presidenciais de 29 de março.

A Comissão Eleitoral do Zimbabwe, no entanto, assegurou que Tsvangirai não alcançou votos suficientes para uma vitória e que deverá enfrentar Mugabe em segundo turno, previsto para 27 de junho.

(Reportagem de Cris Chinaka)