Ministro japonês incentiva injeção de fundos pelos EUA--jornal

segunda-feira, 24 de março de 2008 09:11 BRT
 

TÓQUIO (Reuters) - Os Estados Unidos devem injetar fundos públicos em seu sistema financeiro para resolver a crise de hipotecas que desencadeou os receios globais sobre o crédito, afirmou o ministro dos serviços financeiros do Japão, segundo o Financial Times.

Incentivando os Estados Unidos a aprender com a experiência de Tóquio durante sua crise de empréstimos, na qual grandes quantidades de fundo públicos foram injetadas no sistema bancário, o ministro Yoshimi Watanabe afirmou ainda que o Japão também está disposto a ajudar se necessário.

"É essencial para que os Estados Unidos entendam que, dada a lição do Japão, injeção de fundos públicos no setor financeiro é inevitável", apontou Watanabe, de acordo com o jornal.

Apesar de "ser muito difícil para o Japão encaminhar tal mensagem a um governo estrangeiro... o Japão pode, por exemplo --através de uma reunião do G7 ou de presidentes de bancos centrais-- trazer sua lição e preparação para tomada de uma ação coordenada caso isso se mostre preciso" para ajudar a resolver a questão, afirmou.

Mas Watanabe não respondeu quando perguntado se o Japão pode cortar as taxas de juros em uma resposta coordenada à situação, afirmou o jornal.

O Ministro colocou que um rápida ação dos líderes mundiais é necessária para evitar uma crise "severa" do dólar e que o excesso de liquidez começou a sair dos Estados Unidos, uma situação que pode levar a problemas sem precedentes se não for controlada.

(Reportagem de Elaine Lies)