CÂMBIO-Dólar avança em sessão volátil com incertezas globais

quarta-feira, 24 de setembro de 2008 16:50 BRT
 

SÃO PAULO, 24 de setembro (Reuters) - O dólar fechou em alta nesta quarta-feira em sessão bastante volátil, influenciada pelo nervosismo e as incertezas em relação ao plano de ajuda do governo dos Estados Unidos ao mercado financeiro.

A moeda norte-americana BRBY fechou em alta de 1,20 por cento, cotada a 1,851 real, após ter apresentado queda de 0,33 por cento durante a manhã. No mês, a divisa acumula valorização superior a 13 por cento, por conta do agravamento da crise global de crédito.

"O mercado todo... está oscilando ao sabor dos acontecimentos lá de fora", disse Mario Paiva, analista de câmbio da corretora Liquidez.

Nesta quarta-feira, o chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke, reiterou seu pedido de urgência na aprovação pelo Congresso do plano de ajuda de 700 bilhões de dólares, a serem direcionados para o resgate do sistema financeiro.

"Estamos aguardando o Congresso (dos EUA)... para ver em que pé vai ficar essa questão. Mas será que vai resolver? Ninguém sabe...", considerou Marcos Forgione, analista da Hencorp Commcor Corretora.

Segundo o analista, apesar da tranquilidade das bolsas de valores, o mercado cambial continua oscilante. "O nervosimo continua". A Bovespa .BVSP tinha leve alta, enquanto Wall Street operava em baixa.

A cautela do investidor era sentida no volume de operações, que, nesta sessão, esteve abaixo da média do mês de setembro.

O Banco Central alterou nesta quarta-feira algumas regras do recolhimento compulsório a fim de estimular a liquidez nos mercados nacionais. A ação vai liberar às instituições financeiras cerca de 13 bilhões de reais.

Para Forgione, no entanto, a medida não influencia de forma direta o dólar no mercado doméstico, já que "o problema dos exportadores é com linhas de crédito externas".

(Reportagem de Jenifer Corrêa; reportagem adicional de Fabio Gehrke. Edição de Renato Andrade)