Dow Chemical aumenta preços em até 25% e corta produção

terça-feira, 24 de junho de 2008 11:13 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - A Dow Chemical, maior fabricante de produtos químicos dos Estados Unidos, informou nesta terça-feira que aumentará preços em até 25 por cento e que vai instituir sobretaxas de frete e cortar produção de alguns produtos por causa da alta nos custos com energia.

Os reajustes acontecem depois de alta de 20 por cento promovida no mês passado pela companhia que produz de plásticos a inseticidas.

"Estamos tentando proteger nossas margens", disse o presidente-executivo da Dow, Andrew Liveris, à CNBC.

A Dow informou que está promovendo uma série de medidas de redução de custos relativos a funcionários, instalações e gastos de sua unidade automotiva por causa do declínio das vendas de veículos nos Estados Unidos.

Os custos da companhia com petróleo e gás e energia saltaram quatro vezes nos últimos cinco anos para uma estimativa de 32 bilhões de dólares este ano.

Os aumentos de preços anunciados em 28 de maio não foram suficientes para cobrir toda a alta nos custos com energia, disse o executivo.

Os preços do petróleo saltaram este ano 44 por cento. Em relação ao último reajuste da Dow, os preços da commodity cresceram nove dólares. Já os preços do gás natural no ano dispararam 75 por cento.

(Por Matt Daily)