Obama critica discurso de Bush sobre Cuba

quarta-feira, 24 de outubro de 2007 22:24 BRST
 

WASHINGTON (Reuters) - O pré-candidato democrata à Presidência dos Estados Unidos Barack Obama criticou na quarta-feira um discurso do presidente George W. Bush sobre Cuba, dizendo que ele contém "ameaças" nada produtivas.

Bush afirmou no Departamento de Estado que os EUA não vão mudar sua política para Cuba sob o governo interino de Raúl Castro e pediu aos cubanos e à comunidade internacional que pressionem por uma mudança democrática na ilha.

Para Obama, Bush deixou de enviar uma mensagem à comunidade cubano-norte-americana que, para o senador democrata, é a que mais pode influenciar a ilha numa eventual mudança.

"A causa da liberdade não vai avançar com ameaças contraproducentes ou com o pensamento convencional", disse Obama em comunicado após o discurso do presidente dos EUA.

"Para ajudar a levar adiante a mudança democrática em Cuba, precisamos permitir que os cubano-norte-americanos visitem seus familiares na ilha e lhes enviem dinheiro. É hora de romper com o status quo de George Bush", completou.

Em artigo recente, Obama apoiou que o governo norte-americano afrouxe restrições impostas aos cubanos em 2004, como a restrição de viagens e o envio de remessas à ilha.

Entre os pré-candidatos democratas, Obama aparece em segundo lugar nas pesquisas de opinião, atrás de Hillary Clinton. As eleições presidenciais nos Estados Unidos acontecem em novembro de 2008.

(Por Adriana Garcia)