Plataforma P-25 da Petrobras pára por falha em duto

quarta-feira, 24 de outubro de 2007 19:45 BRST
 

SÃO PAULO (Reuters) - A Petrobras informou nesta quarta-feira que a produção na plataforma P-25, de aproximadamente 65 mil barris de petróleo por dia, está paralisada desde o dia 16 de outubro por uma falha em um duto.

"A interrupção deveu-se a problemas no riser, duto flexível que desce da plataforma para o solo marinho", informou a companhia em nota, acrescentando que pretende retomar a produção na P-25 no dia 29 de outubro.

A paralisação da produção na plataforma, localizada no campo de Albacora (Bacia de Campos), reduzirá a produção diária da empresa em outubro em cerca de 25 mil barris por dia, disse a companhia.

De acordo com a nota, o duto flexível que apresentou problema é o de maior diâmetro em utilização na Bacia de Campos.

Um sistema de monitoramento deste tipo de duto identificou uma alteração na superfície do equipamento, o que fez com que a empresa determinasse uma parada preventiva na produção.

A Petrobras tem enfrentado problemas com equipamentos em várias de suas plataformas neste ano, o que tem feito com que a companhia não consiga alcançar metas de produção estipuladas anteriormente.

Em setembro, a estatal registrou a terceira queda mensal consecutiva na produção de petróleo no Brasil, devido a problemas em plataformas em vários campos de produção.

A produção de petróleo no país no mês passado ficou em 1,769 milhão de barris por dia, volume 2,1 por cento menor que o verificado em agosto.

A média de produção diária de petróleo no Brasil em 2007 até setembro estava em 1,795 milhão de barris, apenas um pouco acima da média fechada de 2006, que foi de 1,777 milhão.

(Por Marcelo Teixeira)