Cosan compra Esso no Brasil e avança em varejo de combustíveis

quinta-feira, 24 de abril de 2008 13:33 BRT
 

Por Marcelo Teixeira e Inaê Riveras

SÃO PAULO (Reuters) - A Cosan, maior produtora de açúcar e álcool do Brasil, comprou por quase 1 bilhão de dólares as operações de distribuição e venda de combustíveis da Esso no Brasil, garantindo acesso ao varejo de álcool, mercado que registra forte crescimento.

Os ativos da Esso também eram disputados pela Petrobras, que havia encaminhado proposta à controladora ExxonMobil International Holdings B.V. A Esso tem 1.500 postos de serviço em 20 Estados brasileiros.

Além do pagamento em dinheiro de 826 milhões de dólares, a Cosan vai assumir 163 milhões de dólares em dívidas, mas terá 35 milhões de dólares em "créditos líquidos com partes relacionadas existentes ao final de 2007".

"A Cosan acredita que atingirá um novo patamar empresarial com esta aquisição, ampliando seu escopo de atuação e tornando-se o primeiro player de energia renovável explorando desde o plantio de cana-de-açúcar até a distribuição e comercialização de combustíveis no varejo e no atacado", informou a companhia em comunicado.

A Cosan disse que espera reduzir a volatilidade da margem de lucro dos seus negócios ao combinar as margens de produção, distribuição e comercialização do álcool combustível.

"O etanol vem crescendo para se tornar o combustível mais consumido no Brasil. Nesse contexto, queremos assegurar acesso direto aos consumidores", afirmou o vice-presidente financeiro da Cosan, Paulo Diniz, em teleconferência com analistas e jornalistas.

Ele afirmou que grande parte dos postos da Esso estão localizados no Sudeste do Brasil, principalmente em São Paulo, próximos das usinas de álcool do grupo, permitindo ganhos em logística.

"As projeções indicam que a frota flex deve superar a de carros a gasolina em 2012. Em fevereiro, pela primeira vez em 20 anos, o consumo de etanol superou o de gasolina no Brasil", acrescentou Diniz.   Continuação...