Telefónica formaliza em dias ingresso na Telecom Italia

quarta-feira, 24 de outubro de 2007 08:40 BRST
 

MADRI (Reuters) - A companhia espanhola Telefónica informou nesta quarta-feira que espera formalizar nos próximos dias sua entrada no capital da Telecom Italia, depois que o órgão regulador das telecomunicações no Brasil (Anatel) autorizou a operação com restrições.

A autorização da Anatel se fez necessária porque a Telefónica detém no Brasil parte do controle da operadora celular Vivo, enquanto a Telecom Italia é dona da TIM Brasil, a segunda maior do país no setor.

A Telefónica lembrou que decidiu junto com seus sócios italianos Generali, Mediobanca, Intesa Sanpaolo e o grupo Sintonia (Benetton) a aquisição da Olimpia, das mãos da Pirelli, que possui 18 por cento do capital da Telecom Italia.

A participação indireta custará à Telefónica 2,31 bilhões de euros (3,29 bilhões de dólares) e dará à empresa 42,3 por cento da Telco, a holding que reunirá a fatia comprada e terá 23,6 do capital social com direito a voto da Telecom Italia.

"A Telefónica terá cerca de 10 por cento das ações das ações com direito a voto da Telecom Italia e um pouco mais de 6 por cento do capital social total", disse um porta-voz da Telefónica em Madri.

A Anatel estabeleceu 28 condições para aprovar o acordo e deu prazo de seis meses para a Telefónica e Telecom Italia proporem soluções para cumpri-las.

Entre as exigências está a obrigatoriedade de que a Telefónica garanta que Vivo e TIM Brasil tenham "total desvinculação" entre si, o que inclui impedimento da empresa espanhola em indicar membros para o conselho de administração em quaisquer empresas controladas direta ou indiretamente pela Telecom Italia no Brasil.