UE aprova importações de 4 transgênicos, sendo 3 tipos de milho

quarta-feira, 24 de outubro de 2007 10:35 BRST
 

BRUXELAS, 24 de outubro (Reuters) - A União Européia autorizou importações de quatro produtos agrícolas geneticamente modificados, para serem comercializados dentro dos 27 países do bloco pelos próximos dez anos, informou a Comissão Européia nesta quarta-feira.

Três dos transgênicos aprovados são variedades de milho, dois deles híbridos, e o quarto é de beterraba. Nenhum produto poderá ser cultivado na Europa, mas as importações serão destinadas para fabricar produtos alimentícios e ração animal.

A decisão pode afetar as exportações de milho do Brasil, que não cultiva milho transgênico e tem na Europa um mercado cativo. Os europeus, que proibiam compras de transgênicos, pagaram um prêmio considerável pelo produto brasileiro neste ano [ID:nN17302803].

A autorização da UE foi dada dentro de procedimentos legais que permitem à comissão tomar a medida se os ministros da UE não conseguirem chegar a um acordo. Em setembro, eles falharam em obter um consenso.

"As autorizações são válidas por dez anos, e quaisquer produtos fabricados a partir dos transgênicos vão ser comercializados dentro de estritas regras de rotulagem e rastreabilidade", informou a comissão.

O primeiro milho, conhecido comercialmente como Herculex RW, é produzido pela Pioneer Hi-Bred International, uma subsidiária da DuPont Co (DD.N: Cotações), e pela Dow AgroSciences DOW.N.

O Herculex foi desenvolvido para resistir a ataques de larvas de raiz que reduzem a produtividade. O milho também resiste ao herbicida à base de glufosinato de amônio.

As mesmas companhias desenvolveram o milho híbrido chamado 1507/NK603, que resiste a pragas como a broca, além de herbicidas como o glufosinato de amônio e o glifosato.

"A aprovação hoje é um estímulo, e pretendemos continuar progredindo no processo de aprovação de biotecnologia na União Européia", disse Dean Oestreich, vice-presidente da DuPont e presidente da Pioneer Hi-Bred, em um comunicado.   Continuação...