Exportações japonesas para os EUA caem, mas balança tem recorde

quarta-feira, 24 de outubro de 2007 11:08 BRST
 

Por Tetsushi Kajimoto

TÓQUIO (Reuters) - As exportações japonesas para os Estados Unidos caíram em setembro, em relação ao verificado no mesmo período do ano passado, no ritmo mais forte registrado em quatro anos, mas as exportações como um todo subiram, garantido superávit recorde para a balança comercial do país, informou o governo nesta quarta-feira.

Os embarques de produtos para a China, outros mercados da Ásia e para a Europa sustentaram o aumento do superávit, o que mostra que as exportações continuam sendo o motor do crescimento econômico japonês.

As exportações para os Estados Unidos caíram 9,2 por cento em setembro frente ao mesmo período do ano passado, a maior queda desde novembro de 2003.

A balança comercial, como um todo, registrou um superávit de 1,64 trilhão de ienes (14,3 bilhões de dólares) em setembro, um aumento de 62,7 por cento, ante estimativa de economistas de um aumento de 47,1 por cento e saldo positivo de 1,5 trilhão de ienes.