ATUALIZA-Alimentos caem e IPCA-15 é o menor desde março

quarta-feira, 24 de setembro de 2008 09:38 BRT
 

(Texto reescrito com mais dados e comentários)

Por Renato Andrade e Vanessa Stelzer

SÃO PAULO, 24 de setembro (Reuters) - A inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) desacelerou em setembro pelo terceiro mês consecutivo e atingiu o menor nível desde março deste ano, em razão de uma queda nos custos de alimentos.

O indicador registrou alta de 0,26 por cento no mês, seguindo o avanço de 0,35 por cento em agosto, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira.

A mediana e a média das estimativas de 26 instituições financeiras consultadas pela Reuters apontaram uma taxa de 0,23 por cento para o indicador em setembro.

Os preços dos alimentos caíram 0,25 por cento em setembro, revertendo a alta de 0,25 por cento vista em agosto.

"A maioria dos produtos contribuiu para esse resultado, com destaque para o tomate, leite pasteurizado, batata-inglesa, feijão carioca, pão francês, óleo de soja, arroz, macarrão e feijão preto", disse o IBGE em nota.

Apesar da queda no mês, o grupo Alimentação e Bebidas ainda acumula alta de 10,52 por cento no ano, depois de ter sido impacto do salto das commodities internacionais e de problemas de oferta de interna de produtos como carnes. O salto dos alimentos foi o principal impulso de alta na inflação deste ano, um dos motivos que levou o Banco Central a apertar a política monetária.   Continuação...