Morgan e Wachovia encerram conversas sobre fusão, dizem fontes

quarta-feira, 24 de setembro de 2008 12:58 BRT
 

NOVA YORK, 24 de setembro (Reuters) - As conversações sobre uma fusão entre o Morgan Stanley (MS.N: Cotações) e o Wachovia Corp WB.N foram encerradas, depois que o Morgan passou a centrar forças na busca de uma parceria com o japonês Mitsubishi UFJ (8306.T: Cotações), disseram nesta quarta-feira fontes próximas à situação.

O Morgan estava em conversações com o Wachovia na semana passada, quando os investidores mostravam temores sobre a viabilidade do modelo de banco de investimento em Wall Street, jogando os preços das ações da empresa no chão. A fusão com um banco comercial era vista como uma forma de o Morgan fortalecer sua estabilidade financeira.

Mas no domingo a segunda maior empresa de Wall Street converteu-se em uma estrutura de holding, ganhando acesso permanente a financiamentos do Federal Reserve e facilitando a a aquisição de novos bancos.

No dia seguinte, o Morgan anunciou planos de vender uma participação de até 20 por cento para o MUFG, maior banco do Japão, um acordo que levantaria 8,5 bilhões de dólares e criaria uma parceria com força para buscar novas oportunidades.

Esses movimentos tornaram um acordo com o Wachovia menos urgente, segundo as fontes. Os executivos do Morgan estão focados agora na expansão dos negócios de depósito e bancário.

O Morgan Stanley e o Wachovia não quiseram comentar.

(Por Joseph A. Giannone e Paritosh Bansal)