24 de Setembro de 2008 / às 21:23 / 9 anos atrás

BOVESPA-Petrobras protege índice da pressão de Wall Street

(Texto atualizado com mais informações e números oficiais de fechamento da bolsa)

Por Aluísio Alves

SÃO PAULO, 24 de setembro (Reuters) - Tendo Petrobras como fiel escudeira, a Bolsa de Valores de São Paulo resistiu ao nervosismo de Wall Street com o plano anticrise do governo norte-americano e fechou o diz no azul.

Embora tenha perdido força no final, o Ibovespa .BVSP conseguiu garantir valorização de 0,49 por cento, aos 49.837 pontos, após ter caído 6,5 por cento em duas sessões.

O giro financeiro do pregão, no entanto, foi de apenas 4 bilhões, o menor em três semanas.

De acordo com operadores, ordens robustas de compras de Petrobras (PETR4.SA), oriundas de investidores estrangeiros e canalizadas pela corretora Credit Suisse, foram as responsáveis pela alta de 3,7 por cento da ação mais importante do Ibovespa, fechando cotada a 34,49 reais.

A mesma tendência foi seguida por Vale <VALE5.SA< a outra blue chip do mercado doméstico, que subiu 1,88 por cento, valendo 34.15 reais.

O movimento ainda teve a contribuição pontual de AmBev AMBV4.SA, com valorização de 3 por cento, para 103 reais, depois que o banco de investimentos Credit Suisse elevou, de netura para acima da média do mercado, a recomendação para as ações da fabricante de bebidas.

Foi o suficiente para proteger o Ibovespa da volatilidade dos mercados acionários norte-americanos, em meio noticiário envolvendo o multibilionário socorro do governo dos Estados Unidos para fazer frente à crise financeira do país.

O índice Dow Jones .DJI, da Bolsa de Nova York caiu 0,27 por cento, em outro dia de discursos vigorosos de autoridades do governo em prol da aprovação do plano.

O candidato republicano à presidência do país nas eleições de novembro, John McCain, chegou a suspender a campanha para tratar do assunto. Nesta noite, o presidente George W. Bush deve reforçar o pedido de aprovação rápida do pacote pelo Congresso.

"O temor do mercado é que se isso não for aprovado até domingo, não haverá segunda-feira", disse Luiz Gustavo Medina, sócio da gestora de recursos M2 Investimentos.

A coluna de perdas do Ibovespa foi liderada por ações de empresas do setor elétrico e companhias ligadas a varejo e construção civil. Em destaque, Rossi Residencial (RSID3.SA) despencou 7,86 por cento, a 6,45 reais. Lojas Americanas (LAME4.SA) perdeu 7,26 por cento, para 7,41 reais.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below