ATUALIZA-Société Générale perde US$7 bi por fraude de operador

quinta-feira, 24 de janeiro de 2008 15:14 BRST
 

(Texto atualizado com mais informações)

Por Sudip Kar-Gupta

PARIS, 24 de setembro (Reuters) - Uma "fraude massiva" cometida por um operador júnior deixou um buraco de 7 bilhões de dólares nas contas do banco francês Société Générale SOCGN.PA, manchando a credibilidade da instituição que foi obrigada a ir urgentemente atrás de capital.

O banco central da França e o governo se desdobraram para elevar a confiança no sistema bancário depois que o SocGen, segundo maior banco francês, anunciou que foi vítima de uma fraude massiva e "excepcional" que resultou em perdas de 4,9 bilhões de euros, mais de 7 bilhões de dólares.

Com pressa para cobrir o capital perdido, o banco anunciou um aumento de 5,5 bilhões de euros de capital, em vez de recorrer a fundos soberanos estrangeiros, como fizeram alguns bancos norte-americanos durante a recente crise de crédito.

O banco francês afirmou que o aumento já foi subscrito pelos concorrentes.

O SocGen, um dos mais antigos bancos da França e líder mundial em derivativos financeiros, afirmou que as perdas foram percebidas no fim de semana e culparam um jovem operador que, segundo o banco, tentou cobrir suas apostas ruins no mercado acionário.

"Foi uma fraude extremamente sofisticada da forma como foi ocultada", afirmou o presidente do conselho do banco, Daniel Bouton, que se ofereceu para deixar o cargo, mas que foi mantido em sua posição.   Continuação...