AIG volta a usar fundo dos EUA; já retirou 75% do total--WSJ

sexta-feira, 24 de outubro de 2008 09:46 BRST
 

BANGALORE, Índia, 24 de outubro (Reuters) - A seguradora norte-americana AIG (AIG.N: Cotações) retirou 90,3 bilhões de dólares em empréstimos junto ao governo dos Estados Unidos até a quarta-feira. O volume de recursos representa três quartos do fundo emergencial que foi disponibilizado à companhia sob um plano federal para resgatar a companhia, publicou o jornal The Wall Street Journal.

A AIG, que já foi a maior seguradora do mundo antes de ser afetada por apostas mal sucedidas no mercado de hipotecas, obteve mais 7,4 bilhões de dólares de uma linha de crédito do governo na última semana, informou o jornal em seu site.

A operação marcou a primeira vez em que a seguradora obteve mais recursos do que o valor original do empréstimo do governo norte-americano, de 85 bilhões de dólares. O pacote de ajuda à empresa foi anunciado primeiramente em 16 de setembro.

No início deste mês, o governo concedeu à AIG quase 38 bilhões de dólares adicionais em dinheiro.

Nesta quinta-feira, o presidente-executivo da AIG, Edward Liddy, disse que a ajuda de 120 bilhões de dólares do pacote emergencial do governo à empresa pode não ser suficiente.

A AIG também nomeou dois executivos para coordenar a sua reestruturação. A empresa não respondeu ligações para comentar o assunto.

(Reportagem de Shradhha Sharma)