ANÁLISE-Saída de fundos revela fortes fundamentos em commodities

quarta-feira, 24 de setembro de 2008 14:25 BRT
 

Por Alden Bentley

NOVA YORK, 24 de setembro (Reuters) - As commodities estão novamente em movimento de valorização apesar da dramática reestruturação de Wall Street e da investida do governo norte-americano contra os especuladores nos futuros de matérias-primas.

Uma ampla recuperação no setor de commodities, mesmo com muitos especuladores ainda fora do mercado, reforça a idéia de que dificuldades de oferta e uma forte demanda global eram os principais fatores dos recordes nos preços de energia e alimentos --e não a atuação dos fundos de pensão e de hedge, como disseram muitos políticos.

De qualquer maneira, dizem especialistas, os movimentos dos fundos potencializaram os fundamentos econômicos no setor.

A palavra "volátil" é pouco para definir os mercados de commodities nos últimos dias. Especuladores foram forçados a liquidar grandes posições em contratos de energia e alimentos para fazer caixa.

O índice de commodities Reuters/Jefferies, que acompanha o movimento de 19 contratos futuros .CRB, fechou em 367 pontos na terça-feira, quase 9 por cento acima do menor nível em nove meses atingido em 16 de setembro, no auge da crise. Em julho, o índice havia atingido o recorde de 473 pontos.

"Ocorreu um descolamento entre o movimento de preços e os dados de fundamentos e talvez agora estamos vendo um pouco mais de realinhamento", afirmou Paul Horsnell, do Barclays Capital.

Com a crise, a alavancagem por parte de bancos e outros operadores para operar nos futuros ficou limitada.

  Continuação...