Tesouro pode voltar a captar no exterior se cenário melhorar

quarta-feira, 24 de outubro de 2007 14:50 BRST
 

NOVA YORK (Reuters) - O Brasil pode voltar a captar recursos no mercado internacional este ano se as condições melhorarem, mas a reabertura do bônus global com vencimento em 2017 não é prioridade neste momento, afirmou o secretário-adjunto do Tesouro Nacional, Paulo Valle, nesta quarta-feira.

"Vai depender das condições do mercado; se o mercado melhorar em novembro, nós vamos fazer", disse Valle a jornalistas, durante evento em Nova York.

Ao ser questionado se o Brasil poderia reabrir a emissão do bônus de 2017, como tem sido comentado no mercado, Valle respondeu: "Eu diria que essa não é a prioridade."

(Por Walter Brandimarte)