Repsol espera anunciar importante campo de gás na Bolívia--mídia

quinta-feira, 25 de outubro de 2007 18:09 BRST
 

LA PAZ, 25 de outubro (Reuters) - A empresa espanhola Repsol YPF (REP.MC: Cotações) planeja anunciar no próximo mês os resultados dos trabalhos de exploração no que pode ser um grande campo de gás natural no sul da Bolívia, noticiou a imprensa local na quinta-feira.

Desde fevereiro de 2006, a Repsol tem explorado hidrocarbonetos na província de Chuquisaca, perto da região rica em gás de Tarija, disse uma autoridade da empresa, segundo a agência de notícias ABI.

"Dentro de cerca de um mês poderemos confirmar se esse é um campo (de gás natural) sólido. Estamos todos ansiosos, e gostaríamos de dizer hoje que esse é um grande campo", disse o presidente da subsidiária boliviana da Repsol, Luis Garcia.

"Estamos trabalhando bem e... atingimos nossos objetivos técnicos", completou ele.

Uma porta-voz da Repsol YPF na Bolívia disse que não tinha nada a adicionar aos comentários de Garcia.

Depois de se reunir com autoridades da Repsol na quarta-feira, o governador de Chuquisaca, David Sanchez, disse a repórteres que tem "grandes expectativas" de que a perfuração pode levar ao desenvolvimento de um campo "maior do que Margarita".

O campo de Margarita, também administrado pela Repsol YPF, é um dos maiores da Bolívia, com cerca de 11 trilhões de pés cúbicos de reservas provadas e prováveis.

No ano passado, o governo do presidente Evo Morales decretou a nacionalização das reservas de gás natural da Bolívia, forçando as empresas estrangeiras a entregar uma fatia maior de sua renda para o Estado e a ceder o controle.