Produção e venda de aço no Brasil batem recorde em julho

segunda-feira, 25 de agosto de 2008 16:28 BRT
 

RIO DE JANEIRO, 25 de agosto (Reuters) - As vendas de aço no Brasil subiram 17,5 por cento em julho, para o recorde de 2,076 milhões de toneladas, puxadas principalmente pela venda de laminados planos, voltados para a indústria automobilística, e laminados longos, usados na construção civil.

Segundo dados divulgados nesta segunda-feira pelo Instituto Brasileiro de Siderurgia (IBS), as vendas para o mercado interno de laminados planos subiram 7,8 por cento, para 1,145 milhão de toneladas, e as de aços longos, 32,3 por cento, para 862,4 mil toneladas.

A produção de aço bruto também foi recorde, crescendo 11,5 por cento, para 3,198 milhões de toneladas em julho, apesar da queda da produção de laminados, de 1,1 por cento, e de planos, de 9,5 por cento.

A produção de placas, no entanto, cresceu 73,2 por cento, para quase 500 mil toneladas.

Houve recorde também em produtos longos, com a marca de 974,2 mil toneladas, ou mais 11,9 por cento (em relação há um ano), informou o IBS em nota.

As exportações informadas pelas usinas associadas ao IBS subiram 29,4 por cento, para 858,8 mil toneladas, com aumento de venda de produtos semi-acabados, da ordem de 135 por cento.

As vendas de placas para o mercado externo subiram 159 por cento, para 466,5 mil toneladas na comparação de um ano, e a exportação de blocos e tarugos subiu 79,2 pro cento, para 138,5 mil toneladas.

(Reportagem de Denise Luna; Edição de Roberto Samora)