Rio Tinto quer aumento de 143% no preço do carvão--fontes

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008 09:52 BRT
 

Por Fayen Wong

SYDNEY (Reuters) - A australiana Rio Tinto quer um aumento de 143 por cento no preço do carvão para seus contratos com empresas japonesas de serviços públicos em 2008, refletindo o aperto no fornecimento global, afirmaram fontes na indústria nesta segunda-feira.

Os executivos de marketing da unidade de carvão da Rio Tinto, que se reuniram com clientes japoneses em Tóquio na semana passada, ofereceram às empresas de serviços públicos, incluindo a Chubu Electric Power, carvão por um preço de 135 dólares, ante 55,65 dólares no ano passado, segundo as fontes.

"O preço inicial indicado é de aproximadamente 135 dólares a tonelada", apontou uma fonte australiana próxima às negociações, que prefere não ser identificada.

"Há muita força no mercado, dado que muitas vias de abastecimento estão obstruídas e não parece que a válvula de fornecimento não será liberada tão cedo".

A oferta da Rio ocorre duas semanas após o jornal McCloskey reportar que a Xstrata tabelou preços em 125 dólares por tonelada.

Mas fontes na indústria afirmaram que a oferta da Xstrata, que expirou em 15 de fevereiro, foi feita antes da empresa fazer uma declaração de força maior nos embarques de carvão de suas minas em Queensland, quando fortes chuvas danificaram rodovias e bloquearam ferrovias.

As empresas de serviços públicos têm sofrido com a decisão da China de suspender exportações de carvão até abril, e declarações de força maior feitas por outras cinco mineradoras de carvão, também atingidas pelas chuvas.

"Os japoneses têm esperança de negociar preços abaixo de 100 dólares. Algumas empresas podem aceitar até 110 dólares, apesar de considerarem o preço alto", explicou uma fonte da indústria no Japão próxima às negociações de preço.   Continuação...