Preocupações com setor financeiro derrubam Wall Street

segunda-feira, 25 de agosto de 2008 17:59 BRT
 

Por Steven C. Johnson

NOVA YORK (Reuters) - As bolsas de valores norte-americanas fecharam em forte queda nesta segunda-feira com preocupações com crédito atingindo as ações financeiras e temores sobre o crescimento global, que afetaram as empresas de tecnologia e do setor industrial.

Os três principais índices fecharam em queda de aproximadamente 2 por cento, apagando os ganhos da sexta-feira, em sessão de baixo volume de negócios segundo operadores, o que pode ter ajudado a amplificar as oscilações.

Segundo dados preliminares, o índice Dow Jones teve baixa de 2,08 por cento, a 11.386 pontos. O Standard & Poor's 500 caiu 1,96 por cento, a 1.266 pontos. O Nasdaq recuou 2,03 por cento, a 2.365 pontos.

As ações iniciaram a sessão sob pressão de venda, lideradas pelas financeiras, após o regulador fechar na sexta-feira o Columbian Bank and Trust, nono banco norte-americano a falir em meio a uma economia fraca e à queda dos preços imobiliários.

A American International Group, maior seguradora do mundo, foi um dos principais pesos do Dow, com as ações caindo ao menor patamar em 13 anos. O Credit Suisse cortou o preço alvo da empresa e previu fortes perdas para a seguradora.

As ações do Lehman Brothers caíram 6,3 por cento após um importante regulador sul-coreano demonstrar preocupação sobre o banco estatal de desenvolvimento da Coréia do Sul comprar um banco global.

O Lehman saltou na sexta-feira após o banco sul-coreano afirmar que está considerando o banco de investimento norte-americano como um opção de compra.

"Nós temos mais das preocupações que vimos sobre crédito e financeiras. O Lehman está caindo por conta de especulações de que a proposta não acontecerá, e tem um relatório negativo sobre AIG", afirmou Bobby Harrington, líder de operações da UBS.