Lula pede a líderes para resolverem comando da CPI no Congresso

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008 22:03 BRT
 

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse aos líderes do governo que não vai interferir na questão da distribuição de cargos na CPI mista dos cartões corporativos e pediu que o problema seja resolvido no Congresso.

Segundo o deputado Henrique Fontana (PT-RS), líder do governo na Câmara, Lula já entrou na reunião da noite desta segunda-feira dizendo que não se intrometeria na questão.

"O presidente disse para resolvermos esse assunto no Congresso. Ele quis falar sobre reforma tributária, sobre o tom que os líderes devem adotar no Congresso Nacional", disse Fontana.

Lula também não quis tratar de uma possível indicação de Jarbas Vasconcellos (PMDB-PE), adversário do governo, à presidência da CPI mista que vai investigar o uso dos cartões corporativos do governo, e disse "que quem ter que resolver isso é o PMDB", relatou Fontana.

O líder do governo na Câmara acredita que a definição sobre o comando da CPI saia na terça-feira, já que a comissão será instalada na quarta-feira.

Pela praxe do Congresso, os maiores partidos indicam o comando da comissão. O PMDB escolheu o senador Neuto de Conto (SC) para a presidência, e o PT, o deputado Luiz Sérgio (RJ) para a relatoria.