October 25, 2007 / 10:52 PM / 10 years ago

Lula defende reforma tributária com justiça fiscal

4 Min, DE LEITURA

<p>Luiz In&aacute;cio Lula da Silva afirmou que uma proposta de reforma tribut&aacute;ria, um dos pleitos do PSDB para aprovar a prorroga&ccedil;&atilde;o da CPMF, j&aacute; vem sendo constru&iacute;da pelo governo, deputados, governadores e secret&aacute;rios de Fazenda. Foto de Lula em visita &agrave; Petrobas no Rio, 26 de outubro. Photo by Bruno Domingos</p>

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que uma proposta de reforma tributária, um dos pleitos do PSDB para aprovar a prorrogação da CPMF, já vem sendo construída pelo governo, junto com deputados, governadores e secretários de Fazenda.

"O problema é que cada um tem uma reforma pronta na cabeça. Estamos tentando construir uma política tributária que não interesse a um Estado, a um município, nem apenas à União, mas que interesse sobretudo ao povo brasileiro. Que faça justiça fiscal nesse país, que possa diminuir a quantidade de impostos e de burocracia", disse Lula a jornalistas, após sancionar a lei que cria novas escolas técnicas e agrotécnicas.

Ao tratar de reforma tributária, Lula também deu um recado aos empresários, com quem se reuniu na quarta-feira, que se queixaram da carga de impostos.

"Essas mesmas pessoas não dizem quanto cresceu a arrecadação de suas empresas... o governo está arrecadando mais, mas as empresas estão ganhando dinheiro como nunca ganharam na história desse país, e muito dinheiro."

Lula disse que a aprovação da CPMF depende de pessoas sérias, "que sabem da importância do tributo", e que é preciso separá-las de quem "só quer fazer carnaval".

No dia em que governo e PSDB iniciaram um entendimento que poderá atrair o apoio dos tucanos à prorrogação do imposto, Lula pareceu agradar o partido e atacar o DEM, que fechou questão contra a CPMF.

"Não dá para abrir mão dessa arrecadação, todos os governadores sabem, inclusive aqueles que estão pensando em ser presidente a partir de 2010", disse Lula.

"Por isso é preciso separar aqueles que fazem um discurso sério, que querem debater e flexibilizar no futuro, daqueles que querem só fazer carnaval com a CPMF", acrescentou Lula, se dizendo certo de que o Senado tem muita gente com responsabilidade que trabalhará para aprovar a matéria.

DESONERAÇÃO DE UMA CPMF

Perguntado sobre as propostas de desoneração tributária levantadas pela oposição, Lula respondeu que o governo fez muito nesse sentido, nos últimos três anos.

"Já fizemos o equivalente a 36,9 bilhões de reais. Já desoneramos uma CPMF no nosso mandato", destacou Lula, ressaltando que quanto mais o governo arrecada, mais tem condições de reduzir impostos.

Lula considerou "plenamente possível" ter mais recursos para a saúde, outra proposta apresentada nesta quinta-feira pelo PSDB, fazendo os ajustes necessários. O presidente destacou a necessidade de regulamentar a emenda 29 para que todos os governadores cumpram o que deve ser destinado à saúde.

"Hoje temos governadores que gastam apenas 4 por cento na saúde ao invés de 12 por cento; tem governador que gasta 8, governador que gasta 6 e temos apenas 7 governadores que gastam os 12 corretamente... Queremos criar as condições para que os governadores possam gastar os 12 por cento previstos na emenda."

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below