"Queremos democracia, nada mais", diz ex-premiê paquistanês

domingo, 25 de novembro de 2007 14:56 BRST
 

LAHORE, Paquistão (Reuters) - Após voltar ao Paquistão depois de anos de exílio, o ex-primeiro-ministro Nawaz Sharif afirmou neste domingo estar determinado a livrar o país da ditadura.

O presidente Pervez Musharraf, general que depôs Sharif em um golpe há oito anos, declarou estado de emergência em 3 de novembro, mas concordou em permitir que o ex-premiê voltasse para casa do exílio na Arábia Saudita.

"Queremos democracia, nada mais", disse Sharif à rede BBC por telefone após chegar a sua cidade natal, Lahore, vindo de Medina, solo saudita.

"Estou aqui para fazer meu papel e também concretizar meus esforços para livrar o país da ditadura."

 
<p>Ap&oacute;s voltar ao Paquist&atilde;o depois de anos de ex&iacute;lio, o ex-primeiro-ministro Nawaz Sharif (centro) afirmou neste domingo estar determinado a livrar o pa&iacute;s da ditadura. Foto em Lahore, 25 de novembro. Photo by Adrees Latif</p>