Petrobras vê etanol de celulose competitivo na próxima década

quinta-feira, 25 de outubro de 2007 18:22 BRST
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Petrobras antecipou em um ano, para 2010, uma planta semi-industrial de etanol feito a partir de resíduos agro-industriais, informou o gerente do centro de pesquisa da estatal, Carlos Tadeu Fraga, nesta quinta-feira.

Ele disse que os preços do novo biocombustível serão competitivos em relação à gasolina nos próximos anos, e para isso testes e pesquisas continuarão sendo feitos para aperfeiçoar a produção.

Uma planta piloto já está em operação desde setembro no Centro de Pesquisas e Desenvolvimento da Petrobras (Cenpes), no Rio de Janeiro, produzindo 220 litros/dia de etanol de lignocelulose a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A unidade será visitada na sexta-feira pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

"O uso do resíduo agrícola deixa de lado o discurso que opõe a energia ao alimento, deixa de lado também a questão ambiental, já que não tem impacto", disse Fraga a jornalistas.

A tecnologia foi registrada como a milésima patente obtida pela empresa e levou três anos para ser desenvolvida, ao custo de 3 milhões de reais. O processo usado é a quebra de moléculas com ação de enzimas, que transforma a celulose em glicose.

Segundo Fraga, a matéria-prima corresponde a 60 por cento do custo da produção de etanol e, por este motivo, o uso do bagaço da cana fará com que o preço seja competitivo com outros combustíveis.

"Hoje o custo é maior do que da cana porque não existe escala industrial de produção, a nossa aposta é obter um custo competitivo já na próxima década", disse Fraga.

A expectativa de Fraga é que uma planta semi-industrial da Petrobras entre em operação até 2010, com capacidade de produzir 280 litros de etanol/dia com uma tonelada de bagaço de cana.

A Petrobras está investindo 900 milhões de reais na duplicação do Cenpes, de um investimento total de 1,9 bilhão de reais para este ano, mais de duas vezes o que a empresa aplicava em pesquisa em 2001.

(Por Denise Luna)