BOVESPA-Com 4a queda seguida, índice amplia perda em julho a 12%

sexta-feira, 25 de julho de 2008 18:07 BRT
 

(Texto atualizado com mais informações e fechamento oficial)

Por Aluísio Alves

SÃO PAULO, 25 de julho (Reuters) - Elevada volatilidade, baixo volume financeiro e a quarta queda consecutiva, puxada pela queda das ações de empresas ligadas a commodities. Assim terminou o pregão da Bolsa de Valores de São Paulo nesta sexta-feira.

Com baixa de 0,41 por cento, o Ibovespa .BVSP recuou para 57.199 pontos, fechando a semana com queda acumulada de 4,6 por cento. No mês, o índice já caiu 12 por cento.

O giro financeiro na bolsa foi de 4,98 bilhões de reais.

Mais uma vez, vendas de ações do setor de mineração e siderurgia, patrocinadas sobretudo por estrangeiros, foram a tônica dos negócios. Como têm maior peso na carteira teórica do que segmentos como varejo, que subiram, acabaram ditando o rumo do Ibovespa.

A ação ordinária da Usiminas USIM3.SA liderou a coluna de perdas do índice, caindo 5,2 por cento, para 60,20 reais. O setor de papel e celulose também teve um dia negativo, performance ilustrada pela queda de 4,2 por cento da Aracruz ARCZ6.SA, para 10,46 reais.

As blue chips terminaram o dia como começaram: sem definição. As preferenciais da Petrobras (PETR4.SA: Cotações) fecharam estáveis, a 34,50 reais, enquanto as preferenciais da Vale (VALE5.SA: Cotações) tiveram variação negativa de 0,05 por cento, a 37,98 reais.   Continuação...