Grupo ligado à Al Qaeda mata nove reféns no Iraque

domingo, 25 de novembro de 2007 13:52 BRST
 

DUBAI (Reuters) - Um grupo liderado pela Al Qaeda anunciou no sábado que matou nove autoridades iraquianas e divulgou um vídeo na Internet que mostra militantes mascarados atirando na cabeça de um homem que estava ajoelhado.

"Eu pertenço ao Maghawir (força de segurança do Ministério do Interior). Faço um apelo para que qualquer um que trabalhe com eles que deixe o posto e se arrependa perante Deus", diz um dos homens sentado no chão em frente a uma bandeira preta do auto-intitulado Estados Islâmico do Iraque. Outros reféns fizeram "confissões" parecidas.

O grupo rebelde disse que os rebeldes foram capturados na província de Salahuddin, ao norte da capital Bagdá durante ataque recente das forças dos Estados Unidos e do Iraque.

A imagem mostra os militantes atirando contra os reféns vendados com pistolas em um local ao ar livre. As mãos dos reféns estavam amarradas atrás de suas costas.

A autenticidade do vídeo não pôde ser verificada, mas ele foi divulgado em um site usado por militantes iraquianos.

O grupo, formado no ano passado pelo braço da Al Qaeda no Iraque e por outras facções sunitas menores, já matou reféns quando suas exigências não foram atendidas pelas autoridades.

(Por Firouz Sedarat)