CÂMBIO-Dólar ganha mais força no exterior e exibe alta no Brasil

sexta-feira, 25 de abril de 2008 10:33 BRT
 

SÃO PAULO, 25 de abril (Reuters) - O dólar operava em alta diante do real pelo segundo dia consecutivo nesta sexta-feira, acompanhando a recuperação da moeda norte-americana em todo o mundo com a visão mais otimista sobre os Estados Unidos.

Às 10h19, a divisa BRBY era cotada a 1,674 real, em alta de 0,24 por cento. Na véspera, a moeda subiu 0,66 por cento --mas ainda acumula queda de mais de 4 por cento no mês.

No exterior, o euro --que recentemente atingiu o maior valor desde o lançamento, em 1999---, o iene e divisas de países emergentes também perdiam espaço em relação ao dólar.

A razão é a expectativa de que o Federal Reserve tenha que realizar somente mais um corte do juro para enfrentar a desaceleração econômica em curso. Antes, muitos agentes temiam uma recessão profunda, cuja probabilidade diminuiu após dados mais fortes do que o esperado sobre o mercado de trabalho.

"Teve um momento em que saíram recursos de ativos em dólar, foram para commodities, outras moedas. E agora está tendo um movimento de retorno, por isso a bolsa americana sobe", explicou Marcelo Voss, economista-chefe da corretora Liquidez.

Os principais índices de Wall Street abriram em alta. O índice Dow Jones .DJI, por exemplo, subia 0,4 por cento.

A dinâmica interna, porém, ainda favorece a valorização do real, principalmente por causa da grande diferença entre o juro praticado no Brasil e no exterior.

Entre 12h e 13h, o Banco Central realiza um leilão de swap cambial reverso, com volume equivalente a cerca de 1,9 bilhão de dólares, para rolar contratos com vencimento em 2 de maio.

(Por Silvio Cascione; Edição de Alberto Alerigi Jr.)