Diretor do BC Europeu diz que ainda há espaço de manobra no juro

sexta-feira, 25 de julho de 2008 08:59 BRT
 

FRANKFURT, 25 de julho (Reuters) - O Banco Central Europeu (BCE) ainda tem espaço de manobra em sua política de juro e está longe de afirmar que tudo está resolvido no campo inflacionário, afirmou Klaus Liebscher, membro do conselho diretor da instituição, em entrevista à Bloomberg nesta sexta-feira.

"Não fechamos nosso espaço de manobra", disse Liebscher, em entrevista feita na quinta-feira.

Depois que o BCE elevou o juro no dia 3 de julho, a taxa se encontra "em um bom patamar para o momento. Nós não sabemos o que vai acontecer no próximo mês ou no período de dois meses".

"Nós sabemos que temos que tomar todas as medidas necessárias para atingir nosso objetivo", disse Liebscher.

Ele reiterou a posição defendida pelo presidente do BCE, Jean-Claude Trichet, que a instituição não tem uma tendência definida em relação à política de juro.

As previsões de crescimento econômico da zona do euro podem sofrer revisões para baixo de um ou dois décimos de um ponto-básico, mas o processo de recuperação deve ser iniciado a partir dos últimos três meses do ano, disse o executivo.

As expectativas inflacionárias se estabilizaram e a taxa de inflação deve voltar para a meta definida pelo BCE --levemente abaixo de 2 por cento-- dentro dos próximos 18 meses, acrescentou.

Liebscher vai se aposentar no final de agosto. Seu sucessor como presidente do banco central austríaco será Ewald Nowotny, que assumirá o cargo a partir de 1o de setembro.

(Por David Milliken)