25 de Setembro de 2008 / às 15:09 / em 9 anos

BOVESPA-Esperança de aval para plano dos EUA impulsiona índice

SÃO PAULO, 25 de setembro (Reuters) - A volta da expectativa de aprovação rápida do plano anticrise nos Estados Unidos reabria o apetite dos investidores por ações negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo, que desenhava forte alta nesta quinta-feira.

Às 12h, o Ibovespa .BVSP apontava valorização de 2,52 por cento, aos 51.068 pontos. O giro financeiro do pregão era de 1,67 bilhão de reais.

De acordo com profissionais do mercado, sinais de acordo entre congressistas norte-americanos para aprovação do socorro de 700 bilhões de dólares proposto pelo Tesouro do país a instituições financeiras atingidas pela crise de crédito dava alento aos negócios.

Em Wall Street, o índice Dow Jones .DJI subia 1,8 por cento, depois que um deputado confirmou o acordo entre democratas para votar o projeto, que voltou a ser defendido vigorosamente pelo presidente George W. Bush na quarta-feira à noite.

“O mercado segue de olho aberto no que acontece em Washington”, disse Pedro Galdi, analista da corretora SLW.

No plano doméstico, o movimento positivo era intensificado com notícias pontuais. Petrobras (PETR4.SA), carro-chefe do Ibovespa, subia 2,06 por cento, a 35,20 reais.

O papel já havia subido forte na quarta-feira, antes da companhia confirmar a descoberta de reserva de óleo e gás no poço de Júpiter, na costa do Rio de Janeiro. “Os papéis estavam subindo em meio a rumores de anúncio de uma nova descoberta”, disse Galdi.

Consultada, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que está monitorando o assunto, mas que ainda não foi aberta nenhuma investigação sobre vazamento de informações.

Outro destaque positivo da sessão era o setor imobiliário, após um relatório do banco Santander com comentários positivos para as grandes do setor, com destaque para Cyrela (CYRE3.SA), Gafisa (GFSA3.SA) e Rossi Residencial (RSID3.SA). Em destaque, Gafisa subia 4,13 por cento, a 23,95 reais.

“Os maiores players, que tendem a ter uma maior posição de capital, maior capacidade para alavancagem e geração de caixa de curto prazo, estão melhor posicionadas para consolidar o setor, ganhando market share organicamente ou por meio de aquisições”, diz trecho do relatório do Santander.

Uma das líderes de ganhos do dia era BM&F Bovespa (BVMF3.SA), com avanço de 6,35 por cento, a 9,04 reais. Depois de pesadas perdas dos papéis nas últimas semanas, a companhia anunciou na quarta-feira à noite um programa de recompra de 71 milhões de ações, que equivalem a 3,5 por cento do capital.

Também por meio de relatório, o Morgan Stanley elegeu as empresas do setor de telecomunicações da América Latina cujas ações estão em melhor posição para enfrentar uma eventual piora nas condições de mercado. Entre elas, aparece Telesp TLPP4.SA, que subia 3,95 por cento, a 43,15 reais, e Vivo VIVO4.SA, com valorização de 3,17 por cento, a 8,14 reais.

Reportagem de Aluísio Alves e Filipe Pacheco; Edição de Alberto Alerigi Jr.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below