Stora Enso vai reduzir capacidade após 3o trimestre fraco

quinta-feira, 25 de outubro de 2007 09:40 BRST
 

Por Sakari Suoninen

HELSINQUE (Reuters) - A Stora Enso, maior fabricante de papel e papelão do mundo, anunciou na quinta-feira que vai cortar capacidade de produção por meio de fechamento de fábricas na Finlândia e Suécia para reduzir custos.

A Stora Enso, que tem uma parceria com a brasileira Aracruz na Bahia, tem batalhado para melhorar a lucratividade nos últimos anos, assim como seus rivais, em uma indústria onde o excesso de capacidade tem sido um peso para os preços.

Os fechamentos, que provocarão o corte de 1.700 empregos, vão reduzir custos entre 140 milhões e 160 milhões de euros por ano, com o impacto completo sendo atingido a partir de 2009, disse Stora.

"Essas medidas são boas notícias para a Stora e para todo o setor", disse o analista Sampo Timonen, da Glitnir. "Os fechamentos correspondem a pouco mais de 2 por cento da capacidade e isso melhora o poder de preço dos fabricantes de papel."

O vice-presidente financeiro da Stora, Hannu Ryopponen, informou que a redução de capacidade deve ajudar a resolver os problemas relacionados à obtenção de madeira a preços razoáveis para suas fábricas.

A companhia informou que terá que tomar passos adicionais para reduzir a produção se os custos com madeira continuarem a subir.

A capacidade será reduzida em cerca de 505 mil toneladas anuais de papel jornal e revista e em 550 mil toneladas de celulose, informou a companhia.

A Stora informou que as vendas no terceiro trimestre somaram 3,23 bilhões de euros (4,59 bilhões de dólares) e o lucro de operações caiu de 216,7 milhões de euros há um ano para 207,1 milhões de euros.

REUTERS AAJ FE