Marta e Alckmin permanecem na liderança em SP, mostra Ibope

quarta-feira, 25 de junho de 2008 16:10 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A ex-prefeita Marta Suplicy (PT) e o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) estão na frente na disputa pela prefeitura de São Paulo em pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira. O prefeito Gilberto Kassab (DEM) permanece em terceiro lugar.

A sondagem foi encomendada ao Ibope pelo Sindicato das Empresas de Transportes de Cargas de São Paulo e Região (Setcesp).

Marta, cuja candidatura será oficializada no próximo domingo, tem 31 por cento, tecnicamente empatada com Alckmin, que recebeu 25 por cento das indicações dos entrevistados em São Paulo. Kassab teve 13 por cento das indicações.

Em relação à pesquisa divulgada em 3 de junho, Alckmin e Marta variaram dentro da margem de erro de 4 pontos percentuais, enquanto Kassab se manteve estável. No início do mês, Marta tinha 30 por cento e Alckmin, 28 por cento.

"É provável que esses níveis se mantenham até o início da campanha eleitoral na TV em agosto, até porque o atual prefeito não tem uma marca personalista e os outros principais candidatos já são conhecidos", disse a jornalistas Hélio Gastaldi, diretor do Ibope.

Em um eventual segundo turno, Alckmin bateria Marta por 49 por cento a 41 por cento. Se a disputa for com Kassab, a petista venceria por 50 por cento a 36 por cento. Se os adversários forem Alckmin e Kassab, o tucano teria 54 por cento, enquanto o prefeito ficaria com 25 por cento.

Dos três candidatos, Alckmin tem o menor índice de rejeição, com 14 por cento. Kassab tem 27 por cento e Marta, o nível mais alto, com 32 por cento.

"O índice de rejeição do candidato Alckmin é muito abaixo da média de quem tem vida pública. Normalmente, para quem está nesta condição, o índice fica entre 20 e 30 pontos", comentou Gastaldi.

O instituto realizou 602 entrevistas entre os dias 21 e 23 de junho. Alckmin e Kassab já tiveram as candidaturas formalizadas em convenção de seus partidos.

(Reportagem de Maurício Savarese)