ATUALIZA2-Alckmin mantém críticas a Kassab; Quércia reage

quinta-feira, 25 de setembro de 2008 20:13 BRT
 

(Texto atualizado com declarações do ex-governador Orestes Quércia)

Por Carmen Munari

SÃO PAULO, 25 de setembro (Reuters) - O candidato do PSDB à prefeitura de São Paulo, Geraldo Alckmin, ignorou nesta quinta-feira recomendação do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e disse que continuará enfrentando o prefeito e candidato Gilberto Kassab (DEM) para chegar ao segundo turno.

"Agora no primeiro turno todo mundo deve se esforçar para chegar no segundo turno. Eleição é disputa, todos estão concorrendo e estou trabalhando para que o PSDB chegue no segundo turno junto com o PT", disse Alckmin a jornalistas, após debate na Associação Paulista de Magistrados, ao ser questionado sobre as declarações de FHC.

Nesta manhã, Fernando Henrique sinalizou que é contrário aos ataques de Alckmin contra Kassab e afirmou que a disputa deve ser travada com o PT. "Agora, é hora de pensar em vencer o PT", avisou FHC.

Kassab concordou com as opiniões do ex-presidente. "Tem sido esta a minha conduta. A prioridade é apresentar propostas. O presidente Fernando Henrique, com sua maturidade e sua experiência, possivelmente deve ter sinalizado nesta direção que é a nossa sinalização permanente", afirmou o prefeito a jornalistas durante evento de campanha.

"QUÉRCIA-PITTA"

Alckmin manteve na tarde desta quinta-feira a tentativa de identificar a candidatura de Kassab com o ex-prefeito Celso Pitta, que deixou o posto debaixo de escândalo, e com o presidente do PMDB paulista e ex-governador Orestes Quércia, que compõe a coligação de apoio ao prefeito.   Continuação...