Lucro da canadense Thomson dispara com venda de divisão

quinta-feira, 25 de outubro de 2007 11:27 BRST
 

TORONTO (Reuters) - O grupo editorial canadense Thomson divulgou nesta quinta-feira forte aumento no lucro líquido do terceiro trimestre, impulsionado pela venda da divisão Thomson Learning.

O lucro líquido foi de 2,97 bilhões de dólares, ou 4,61 dólares por ação, ante 419 milhões de dólares, ou 0,65 dólar por ação, no mesmo período do ano anterior.

A Thomson --que está comprando a agência de notícias e informações financeiras Reuters em um acordo avaliado em cerca de 18 bilhões de dólares-- teve receita no terceiro trimestre 11 por cento maior, de 1,80 bilhão de dólares.

Analistas esperavam, em média, receita de 1,76 bilhão de dólares, segundo a Reuters Estimates.

O maior ganho da Thomson no terceiro trimestre veio da venda de sua divisão educacional, bem como da unidade Nelson Canada, por cerca de 7,75 bilhões de dólares. A transação foi concluída em julho.

A Thomson informou que o crescimento de sua receita para 2007 está no teto da faixa projetada pela empresa de 7 a 9 por cento. A empresa disse que a margem de lucro em 2007 será igual ou maior do que em 2006.

A Comissão Européia está analisando a proposta de aquisição da Reuters, que criará a maior fornecedora global de notícias e dados.

O órgão executivo da União Européia tem até 25 de fevereiro para decidir se a união Thomson-Reuters prejudicará a competição de forma significativa. Uma decisão do Departamento de Justiça dos Estados Unidos sobre o assunto é esperada para até 15 de janeiro.

(Os repórteres e os editores envolvidos na redação e na edição dessa matéria podem ter ações da Reuters e estão sujeitos ao Código de Conduta da Reuters, que restringe a negociação de ações de empresas sobre as quais um jornalista está escrevendo)